Este site utiliza cookies. De uma forma geral, os cookies são utilizados para melhorar a experiência de navegação no site e para melhorar a qualidade dos serviços que disponibilizamos através do mesmo.

Ao clicar “Aceito” está a autorizar a utilização dos nossos cookies. Poderá encontrar mais informação acerca do uso que fazemos de cookies na nossa Política de Cookies.

Dificuldade:

  • Fácil

Número de pessoas:

  • 1

Ferramentas:

  • Trinchas
  • Pincéis e Rolos
  • Espátulas
  • Pulverizador de água

Materiais:

  • Tinta
  • Lixa
  • Massa de enchimento
  • Fita tapa-fendas

Comece por retirar a tinta solta


 

PASSO 1

A tinta que se solta facilmente é uma base inadequada para pintar, já que pode fazer com que qualquer material que aplique se solte. Retire-a introduzindo a extremidade da espátula sob a tinta solta e avance para retirar toda a tinta que conseguir.

PASSO 2

Se resultarem desníveis ao retirar a tinta solta, lixe as extremidades com o taco para lixar. Em seguida, nivele com a massa de enchimento, com espátula em camadas muito finas. Deixe secar e volte a lixar.

Para que a nova tinta adira uniformemente a toda a superfície e, finalmente, obtenha uma parede lisa e perfeita, é necessário garantir que a base está em bom estado.

Os sintomas de um revestimento defeituoso são a existência de fendas e partes soltas; se bater com os dedos soa a oco; ao friccionar com um pano, desprende-se.  

Para saber se a tinta antiga pode ser mantida, com o canto da espátula, realize linhas cruzadas na diagonal, formando losangos, e tente levantar a tinta. Se apenas conseguir retirar uma pequena quantidade na extremidade, está em perfeito estado para pintar sobre a mesma.

Tape as fendas e orifícios


 

PASSO 1

Para reparar as fendas, primeiro, é necessário limpá-las, retirando os restos de gesso soltos. Com o canto da espátula, raspe as extremidades da fenda para que todo o gesso que não está firme se solte. Limpe o pó do interior com uma trincha seca ou mesmo com o aspirador.

PASSO 2

Pulverize com uma pequena quantidade de água sobre a fenda, coloque massa reparadora na espátula e coloque alguma na parte superior da fenda. Coloque sobre esta a fita tapa-fendas. Esta fita permite alguma flexibilidade, o que evita que a massa, depois de seca, se separe.

PASSO 3

Com uma espátula, aplique massa tapa-fendas sobre a fita.

É preferível fazê-lo em múltiplas camadas finas. Isto faz com que, ao secar, não se contraia, o que poderia soltá-la da fenda. Quando a massa estiver totalmente seca, lixe com um taco para lixar  até esta estar nivelada com  a parede.

 

PASSO 4

Para tapar os antigos orifícios de buchas: se o orifício for muito profundo, pode preenchê-lo com um espigão de madeira ou um pouco de gaze enrolada antes de aplicar a massa. Se a bucha estiver no interior, pode cortar-lhe a cabeça com a extremidade da espátula e, depois, tapar com massa.

 

Reconhecer o tipo de fenda e a sua gravidade antes de a reparar

A maioria das fendas que surgem nas paredes não tem importância, mas existem algumas que podem causar problemas estruturais graves. Perante a dúvida, consulte um especialista. No entanto, apresentamos algumas pistas quanto à sua origem:  

  • Fenda em forma de escada diagonal: grave. 
  • Junto a caixilhos de janelas e a batentes de portas: pode ser grave.  
  • Fenda em forma de veia e fina: resulta de contração/dilatação, sem importância.

 

Elimine gotículas de endurecimento antigo


 

PASSO 1

As gotículas de endurecimento são facilmente eliminadas e, com a parede bem nivelada, não necessita de fazer nada para conseguir um acabamento liso, ao contrário do que acontece com as gotículas de tinta plástica. Para soltá-las, humedeça a parede com um pulverizador.

PASSO 2

Agora, tem de raspá-las para soltá-las. Utilize uma espátula que seja confortável para si. Se utilizar uma espátula estreita, apoie a mão no punho e, sem fazer demasiada força, com a ferramenta ligeiramente inclinada, avance para cima, soltando as gotículas.

PASSO 3

Se utilizar uma espátula larga, para avançar mais rapidamente, prenda-a melhor pela lâmina, apoiando a mão aberta na mesma. Tenha cuidado para não pressionar mais nas extremidades, de modo a não marcar o gesso da parede. Em qualquer caso, pode sempre aplicar massa para tapar as marcas.